Microsoft retira do ar serviço No-IP e afeta milhões de usuários


Desde a última segunda-feira, 01 de Julho de 2014, todos que utilizavam o DNS dinâmico do site No-IP tiveram seus serviços prejudicados e pelo visto, não há nenhuma expectativa de que este serviço volte a funcionar.

microsoft-vs-noip

O que é (ou pelo menos era) o No-IP?

O No-IP era um serviço de DNS dinâmico criado em 1999, e desde então vinha sendo utilizado por milhões de pessoas e empresas. O No-IP oferecia gratuitamente e de forma simplificada subdomínios que podiam ser vinculados a computadores pessoais e servidores locais para torná-los acessíveis de qualquer lugar através da Internet.

Em outras palavras, permitia a todos nós possuir um endereço como “meu-laboratorio.no-ip.org” ou “cameras-de-seguranca.no-ip.org”, no lugar daquela série de números complexos que são os IP’s – sequência de algarismos que apontam para o endereço de outros servidores, com um formato similar a 123.456.789.10.

E o que aconteceu afinal?

Este corte de comunicação que ocorreu neste dia 01/07/2014, foi na verdade resultado de uma ação judicial, cujo pedido de ordem foi solicitado por ninguém menos que a Microsoft.

Com esta medida aprovada pelo tribunal, a autoridade de 22 dos principais domínios utilizados pelo No-IP foi concedida à Microsoft, afetando todos que utilizavam este serviço de DNS dinâmico, e por fim, prejudicando milhões de usuários em todo o mundo. Pois é, acreditamos que dificilmente isso terá volta.

De acordo a Microsoft, este serviço se popularizou de forma negativa entre hackers que utilizavam os domínios do serviço para ação de práticas maliciosas, também alegando que a empresa responsável pelo No-IP estava ciente da situação mas não tomava as medidas necessárias para solução dos problemas.

Quais são as consequências?

Apesar de coerente nos argumentos apresentados em sua ação judicial, aparentemente a Microsoft não se preocupou muito em propor uma forma de manter os serviços em funcionamento eliminando somente os maus vestígios. Ao invés disso, resolveu-se prejudicar todos os 4 milhões de usuários pelo mundo, que neste momento tiveram seus serviços afetados, independente do fato de que grande parte dos que utilizavam o No-IP o faziam para fins perfeitamente legais e necessários. No final das contas, a grande maioria mais uma vez foi vítima da prática e mau uso de poucos.

Clientes Digitalmed que utilizam o No-IP

Aos nossos clientes que utilizam o serviço de DNS do No-IP, recomendamos que comuniquem o quanto antes seus departamentos de T.I. ou o técnico responsável para fazer a troca do DNS para outro serviço similar. Recomendamos, neste caso, o famoso DynDNS, a alternativa mais próxima para assim evitar problemas relacionados ao seu DNS e manter a estabilidade de suas atividades normalmente.

Já para aqueles que possuíam um endereço DNS do serviço No-IP e utilizam nossa solução Integra, sugerimos que entre em contato com nossa equipe de Suporte Técnico através dos telefones disponíveis em nosso website, para maiores esclarecimentos.

Veja também:

Nota oficial do No-Ip.com (em Inglês)



Comentários